28 julho 2006




.: Tempos difíceis à frente :.



Sinto cheiro de revolução chegando.

De novo, caminhos onde ninguém pode me acompanhar.
De novo, Perséfone.



 


.: Mirana soprou às 14:50 :. .: 0 ventos alheios :.

 

27 julho 2006




Seja realista: exija o impossível.


Tem um alien crescendo em mim, eu acho.
E é gostosa a sensação.



 


.: Mirana soprou às 16:35 :. .: 0 ventos alheios :.

 





Hoje acordei meio revolucionária.

Terrorismo Poético e Culinária

Manual Prático de Delinqüência


Quem topa o jogo Psicogeográfico comigo?
Culto a Bob Esponja - relato de uma intervenção terrorista-nonsense a uma Igreja Universal


Eu moro em latitude ímpar
Pelo puro prazer de ser non-sense.


Os fiéis que ainda não estavam tremendo com meu post do dia 24 podem começar agora, viu.



 


.: Mirana soprou às 10:12 :. .: 0 ventos alheios :.

 

26 julho 2006




hoje meu passado veio correndo por trás e me deu um carrinho digno de cartão vermelho.
jogada desleal, e ninguém faz nada. não há nada o que fazer.

é levantar, arrumar o uniforme e continuar jogando.



 


.: Mirana soprou às 12:51 :. .: 0 ventos alheios :.

 

24 julho 2006




.: Tremei, infiéis :.


Dinamizando a própria vida
Marte em conjunção com Marte natal

Aniversário de Marte, Mirana! O que isso significa? Significa que o planeta Marte está voltando, entre os dias 24/07 (hoje) às 09:27h e 17/08 às 06:44h, à mesma posição em que estava no dia do seu nascimento, e isso é muito especial, pois sugere um período em que você recebe um chamamento de alma para fazer valer os seus objetivos com mais eficiência e clareza. Pode ser uma fase em que você sinta de fato uma percepção maior daquilo que você efetivamente quer e pode fazer.




Sou eu entrando na fase do vini vidi vici.
Comecei a sentir que ela tava rolando desde 6a. Agora entendi porque.
Tava precisando de uma dessas.



 


.: Mirana soprou às 08:38 :. .: 0 ventos alheios :.

 

22 julho 2006




Hoje acordei tão fluida, tão instável, tão ondas-do-mar, que estou mudando de idéia antes mesmo de terminar um pensamento.



 


.: Mirana soprou às 16:31 :. .: 0 ventos alheios :.

 

19 julho 2006




.: Palavra do dia :.

abeberar-se



 


.: Mirana soprou às 19:45 :. .: 0 ventos alheios :.

 

18 julho 2006




Como dizer para a sua chefe, uma respeitável senhora de 74 anos de idade, que finalmente resolveu mudar o visual, que o novo cabelo dela a deixou com a cara cuspida e escarrada da Cruella?



 


.: Mirana soprou às 12:19 :. .: 0 ventos alheios :.

 

14 julho 2006




.: Pequeno Dicionário da Mirana sobre Coisas do Mundo e a Vida em Geral :.


Iris.
1 melhor música já composta para me despertar, causando bom-humor matinal acima da média (do goo goo dolls).
consulte também: quelq'un m'a dit - carla bruni, home again - blackmore's night.

2 nome bonito de mulher, na lista dos possíveis para a minha filha.
consulte também: Diana, Marilia, Alais, Teresa.



 


.: Mirana soprou às 07:02 :. .: 0 ventos alheios :.

 

13 julho 2006





(Guimarães Rosa, em Grande Sertão: Veredas).



 


.: Mirana soprou às 16:09 :. .: 0 ventos alheios :.

 





menino, e esse surto que me deu, de produtividade no trabalho...!
ontem estava até bom, pra tirar os atrasos e tal, mas hoje eu me superei.
depois de meses de quase inércia, numa bela 5a feira eu me pego, às 3 da tarde, dependendo de respostas e retornos de outras pessoas para continuar a tocar TODAS as 15 coisas que estão sob a minha responsabilidade nesse momento.
seria a hora de sacar as palavras-cruzadas do bolso (e de vir postar), sem culpa. mas eu fico aflita querendo pressionar os outros porque o que eu quero mesmo é trabalhar.
se eu já desisti de entender você deveria fazer o mesmo, acho.



 


.: Mirana soprou às 15:42 :. .: 0 ventos alheios :.

 





.: Pequeno Dicionário da Mirana sobre Coisas do Mundo e a Vida em Geral :.


otimismo. trocar a roupa de cama e colocar lençóis limpinhos e clarinhos no segundo dia da sua menstruação, e na mesma semana que você pintou o cabelo de ruivo.
consulte também: prepotência; burrice.



 


.: Mirana soprou às 00:45 :. .: 0 ventos alheios :.

 

12 julho 2006




.: da série "manchetes estranhas" :.

tiroteio na lagoa encantada mata jovens.

Daqui.



 


.: Mirana soprou às 15:25 :. .: 0 ventos alheios :.

 





.: Correspondências Literárias :.

Labirinto - KATE MOSSE está para O Código Da Vinci - DAN BROWN

assim como

As Brumas de Avalon - MARION ZIMMER BRADLEY está para As Crônicas de Artur - BERNARD CORNWELL


UPDATE: Terminei o Labirinto. Agora está confirmado: desses 4, só leia o primeiro se já tiver lido os outros 3; O Labirinto é legalzinho, os demais você já deveria ter lido. Vá logo começar antes que eu perca a paciência com você, vá.



 


.: Mirana soprou às 11:05 :. .: 0 ventos alheios :.

 





Depois de 1h30 discutindo a relação com papai-mamãe-irmãzinha não há muito o que dizer.
Só quero ver coisas bonitas.



A sessão foi assim como essa imagem.
Um real visto tão de perto, com lentes tão precisas, que parece delírio.



 


.: Mirana soprou às 00:21 :. .: 0 ventos alheios :.

 

10 julho 2006




hoje ganhei meu dia em 10 palavras recebidas por email.



 


.: Mirana soprou às 18:11 :. .: 0 ventos alheios :.

 

07 julho 2006




It's not always easy and sometimes life can be deceiving
I'll tell you one thing, it's always better when we're together...

(Jack Johnson - Better Together)



 


.: Mirana soprou às 13:13 :. .: 0 ventos alheios :.

 

05 julho 2006




Outro dia comecei a ler um livro, mas terminou que quem me leu foi ele.



 


.: Mirana soprou às 22:50 :. .: 0 ventos alheios :.

 





Fala a verdade. Diz se não é covardia.
Me dá até uns revertérios nas vísceras.


(Clique na imagem para vê-la ampliada.
Garanto que não vai se arrepender...)

Como se não bastasse a birra contra a França, e mesmo com a eliminação do Portugal do Cristiano Ronaldo e do Felipão, tem como não torcer pela Itália na final???



 


.: Mirana soprou às 22:44 :. .: 0 ventos alheios :.

 





.: Numa tarde Adélia Prado :.



A CÓLERA DIVINA

Quando fui ferida,
por Deus, pelo Diabo, ou por mim mesma,
- ainda não sei - percebi que não morrera, após três dias,
ao rever pardais
e moitinhas de trevo.
Quando era jovem,
só estes passarinhos,
estas folhinhas bastavam
para eu cantar louvores,
dedicar óperas ao Rei.
Mas um cachorro batido
demora um pouco a latir,
a festejar seu dono
- ele, um bicho que não é gente -
tanto mais eu que posso perguntar
Por que razão me bates?
Por isso, apesar dos pardais e das reviçosas folhinhas
uma tênue sombra ainda cobre meu espírito.
Quem me feriu perdoe-me.


Porque há coisas que nunca poderão ser desfeitas
Dores que eu nunca poderei querer fingir que não tive.
Crescer é isso.
Eu acho.



 


.: Mirana soprou às 17:02 :. .: 0 ventos alheios :.

 

04 julho 2006




.: Nota Mental :.

Toda procrastinação tem limite.


A profissional também, oras.
Não era um emprego novo que eu queria? Então.
Porque essa responsabilidade específica me assusta tanto?



 


.: Mirana soprou às 13:20 :. .: 0 ventos alheios :.

 





Pode parecer auto-massagem-no-ego, auto-promoção ou auto-qualquer coisa. Não ligo.

Acontece que eu ando (homeopaticamente) arrumando meus emails, e encontrei essa mensagem aqui arquivada há um tempão. Nem lembrava dela...! Li como se fosse a primeira vez que a via. E fiquei emocionada. De novo.

Publica-la aqui é um jeito de renová-la pra mim. Afinal o que é esse blog senão um registro da minha própria agenda de temas e idéias?


(Coloquei esse Testimonial sobre vc lá no Irmandade da Mariposa já que o Orkut tava sensivel demais hj...)

Como o Orkut tá muito de putaria coloco aqui um Testimonial para a Mirana...

Quase todos os testemunhos sobre a Mirana dizem a mesma coisa: como é difícil descrevê-la!

Bem que por que Testimonial não tem o significado que as pessoas o utilizam. Testimonial é uma indicação formal que atesta o caráter e às qualificações de alguém ou um tributo público a alguém e a suas realizações, ou seja, este espaço serve para falarmos uma coisa (ou várias) boa da pessoa ou de alguma experiência que fique para sempre na nossa memória.

Eu não acredito ser possível descrever alguém, colocando-a numa equalização sintonizável e cognoscível a outras pessoas.

Alguém aqui já viu a Srta. Casali dormindo? Parece uma batatinha quando nasce esparramada na cama, com a boca aberta e abraçando o travesseiro com tanta força que amassa a bochecha. Pode-se ficar conversando horas com ela sobre qualquer assunto, com sua voz que sai da garganta e uma risada que sai do peito. O rosto de ?novidade? que ela faz quando se interessa e presta atenção, mesmo quando pelos assuntos mais estapafúrdios. Ela abre os olhos, a boca, ruboriza a face e diz: ?É??! A cara de quase-inocente quando fala sacanagens e obscenidades na frente dos outros. O coração sempre aberto para tudo, para o bem e para o nem tão bem. Sua passionalidade ímpar beira sempre ao brega num estilo sertanejo do interior paulista.

Essas são algumas coisas que irei guardar para sempre da Mirana.



Obrigada, Cachorro. De novo. E de novo. E de novo.
Gosto dessa Mirana que vejo pelos seus olhos.
Tomara que desde outubro de 2004, ainda seja isso que vc tenha a dizer de mim.



 


.: Mirana soprou às 11:47 :. .: 0 ventos alheios :.

 





.: Notas mentais :.

1. No inverno, não usar conjuntinho de gorro-cachecol-e-luvas combinando.

2. Não aceitar ser paga para usar conjuntinho de gorro-cachecol-e-luvas combinando, em qualquer estação.

3. Não apostar nada na base do "quem perder usar conjuntinho de gorro-cachecol-e-luvas combinando".

4. Ao ganhar uma aposta, exigir que o perdedor use, por uma semana, conjuntinho de gorro-cachecol-e-luvas combinando.



 


.: Mirana soprou às 01:21 :. .: 0 ventos alheios :.

 

01 julho 2006




então, né.
somos pentacampeões. ainda.
u-hu.

depois que o parreira (antes nunca do que tarde) finalmente colocou o robinho, pensei em fazer uma promessa pelo gol de empate: eu nunca mais comeria fondue se tivéssemos a chance de ir pra prorrogação. ainda bem que eu pensei um segundo a mais e vi que não ia ser boa coisa. afinal fondue é tudo, né? não só o de queijo, mas o de chocolate, hum... será que valia o sacrifício?

acabei optando por abrir mão do escargot.
declaro que nenhuma lesminha entra nessa minha boca enquanto eu não tiver a oportunidade de bradar a plenos pulmões "chupa, francês fedido!!" por ocasião de uma copa do mundo.

croissant, champagne e champignon estão liberados. et fondue, alors.



 


.: Mirana soprou às 23:51 :. .: 0 ventos alheios :.

 





A pátria de chuteiras

(gulp. meeeda.)

Já te contei que eu estava em Paris na final de 98?
Já te contei que passei o dia mais longo da minha vida buscando um lugar onde pudesse ver o jogo em segurança, depois de não dormir direito por duas noites? Que o que me movia era a certeza de gritar "Brasil Pentacapeão!" ao final? Que eu chorei numa sarjeta parisiense, com franceses rindo da minha cara? Que eu quase fui espancada e estuprada numa Champs Elisées enlouquecida? Que eu tomei um porre depois - o único porre do qual eu deliberadamente pouco me lembro do que aconteceu...

Então. Todo esse trauma pode ser curado daqui a pouco. Ou não.
E a escolhe nem é minha - é de uma turma de fulaninhos que ganham 10x mais que eu pra fazer isso, e nem sempre o fazem.

É uma merda isso de projetar tanta coisa num esporte bárbaro, mas fazer o que, já está projetado, eu agora quero é me sentir satisfeita com o troco.



 


.: Mirana soprou às 10:16 :. .: 0 ventos alheios :.

 





Gostei disso...


Minha Cocanha

Esse lugar onde os rios são de vinho tinto e branco e escorrem sem jamais desconfiar da possibilidade do encontro.
Onde tiro meu capuz e meus óculos. Onde meus sentimentos secam ao sol. Onde confesso que te amo te conhecendo há segundos.
Onde você explica o porquê desse gostar insensato. Onde suas falas são concretamente completas. Onde assiste meu medo e me espera sem susto.
Lá nós somos e nunca estamos.



Sim, tem novidade na lista de links.



 


.: Mirana soprou às 10:12 :. .: 0 ventos alheios :.

 

 


Mirana é uma existência efêmera nesse planeta, e isso a perturba um pouco, mas antes isso do que ser eterna. É relações públicas, finalmente graduada, enquanto deseja secretamente ser escritora de guias de viagem e/ou acrobata. Para viver precisa freqüentemente ler bons livros e dançar. Tem uma mãe sazonal, uma irmã essencial e um pai de quem não ouve mais falar, e vive bem assim, obrigada. É preguiçosa crônica, em tratamento, e tem apresentado sintomas claros de dependência do seu iPod. Guarda duas dúzias de pessoas no coração, e sempre se arrepende quando deixa passar muito tempo sem vê-las. Ama contemplar longamente o pôr-do-sol, o mar e a chuva. Já quis ter 42 anos, hoje vive bem com seus 30, mesmo se sentindo às vezes uma adolescente ingênua e espevitada, às vezes uma velha cansada e rabugenta. Tem TPM, mas nega até a morte. Vive em guerra com a balança e é preciso admitir que anda perdendo as últimas batalhas. Pretende ainda ter gatos e filhos, mas no momento declina da resposabilidade pela vida de outros. Veio ao mundo com uma missão pessoal e intransferível: ser feliz.




Email





Reduto da S.O.T.P.
Versos da Mariposa






 


Afrodite
Ah, bravo Figaro!
Andorinhas Ativas
Ao Mirante, Nelson!
Caixa de Jade
Calma Porra Nenhuma
Catarro Verde
Depósito do Calvin
É por aqui que vai pra lá?
e-Beth
Estrelinha
Gaveta de Criado-Mudo
Gente
I (still) blame my parents
Je Suis Marie
Liniers
Malvados
Meu Mundo
Modeletes
Mothern
Nêga do Leite
Objetos de Desejo
O Livro de Areia
Pensamentos de uma Batata Transgênica
Perto do Coração Selvagem
Poderosas Penélopes
Rafael Galvão
Satyricon
Sentimentalidades
Sim, eu OdeioSopa®
Sobreventos
Soninha
Superego
Tá Pensando o Quê?
te dou um dado?
The Book of Rodinia
The Clara Beauty Journal
Topismos
Viaje na Viagem
Zeca Camargo

Post a Secret
Revista YMSK

recados dos astros
e mais recados



CURRENT MOON




 




Gmail
Google
Getty Images
Iogurte
UOL



Help end world hunger







ImageShack - hospedagem gratuita de imagens






online




Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Setembro 2009
Abril 2010
Maio 2010
Outubro 2010
Setembro 2011
Junho 2012

Pré-História
Primórdios