28 abril 2008




...e meu carro foi embora.
Assim, furtado na surdina de uma madrugada no fim de semana.

Eu vinha constantemente pensando que queria trocar de carro, mas sempre fiquei só nas conjecturas porque, na prática, não tenho como pagar um financiamento agora.

E quando eu virei a esquina e vi aquela vaga vazia, levei um susto, duvidei da minha memória e da minha sanidade por alguns instantes. Liguei pro 190, pensei em todas as implicações físicas e metafísicas do ocorrido nos meus planos para os próximos dias.

E hoje, no dia seguinte, sinto improváveis saudades.
Aquele carro sempre sujo e barulhento foi muito mais meu companheiro do que sempre admiti.
Com ele passamos ilesas pelas estradas lamacentas de Carrancas, no Carnaval 2004, vendo picapes paradas no caminho.
Com ele peguei a estrada muitas vezes pra Campinas e Santos e Angra, pra ver pessoas amadas.
Com ele eu ia todo dia até Pirituba quando estava apaixonada.
Nele eu já levei muita gente de carona.

Descanse em paz, Gol Guerreiro.



 


.: Mirana soprou às 12:02 :. .: 2 ventos alheios :.

 

22 abril 2008




Ah, mas que ótimo final de semana foi esse.
Praticamente uma sequência initerrupta de coisas que me dão prazer.

- Fiz mini-maratona de seriado - o da vez foi The L Word. Adoooro maratonas de seriados, sabia? Termina um episódio, manda o play no seguinte. Esperar a semana toda pra ver a continuação, detesto.
- Teve uma viagem. Teve estrada, paisagem verde, uma casa rústica, gramado, horta, montanhas bucólicas no horizonte, cachorros fofos correndo. Uma rede no meio da sala. Ah, quanto tempo perdido - ela bem que me encheu o saco pra ir conhecer antes a casa de Itu. E tudo isso a menos de 2h de viagem, de ônibus!
- Teve a minha estréia numa celebração judia. Teve a certeza que a essência do sagrado é imutável - pelo tempo, pela cultura. Não lembro nenhum dos nomes, mas comi todas as comidinhas tradicionais do Pessach. Tá bom, lembro do nome do Klops. E do Farfell - é só ver a Ju vindo láááá de longe e caindo estatelada na minha frente, hahahahaha.

A maior crise que vivemos é a crise da imaginação.
Falta criatividade e ousadia para imaginarmos nós mesmos vivendo uma outra vida diferente.
Nos prendemos ao status quo na esperança de não sermos arrastados por uma correnteza, mas a correnteza é o vazio que fica quando vivemos uma vida que não gostamos.
Quando imaginamos novas possibilidades, nos permitimos sonhar com elas - e esse é o primeiro passo para levar nossas vidas naquela direção.


- Teve jogo de buraco. O que dispensa comentários. Adoooro.
- Teve um livro bom, muito bom, muito bom meeesmo, devorado praticamente em uma sentada só. "Eu sou o Mensageiro", de Markus Zusak. A-do-rei. Aumenta a expectativa pra ler "A Menina que Roubava Livros".

5h30 da manhã. Rodoviária do Tietê. Volta de feriado. Fila quilométrica para a bilheteria do metrô. Escolha alguém aleatoriamente, mais pro final da fila. Estenda para ele ou ela um dos seus bilhetes avulsos e oferte assim 40 minutos de bônus na vida de um estranho.

- Como se não bastasse, ele ainda foi mais compridinho, com um domingo extra na segunda-feira! Porque vamos combinar - num finde regulamentar não caberia mesmo tudo isso.




 


.: Mirana soprou às 19:14 :. .: 0 ventos alheios :.

 

07 abril 2008




Em Salvador eu descobri que falta um artigo na Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Nesse final de semana eu descobri que, na verdade, faltam dois.
E assim declaro:

Art. XXXI
1. Toda pessoa tem direito a morar com vista para o mar.
2. Toda pessoa tem direito a dormir embalado(a) com o som ritmado das ondas do mar.

Art. XXXII
1. Toda pessoa tem direito a receber mensalmente um spa dos pés.

E tenho dito.



 


.: Mirana soprou às 15:38 :. .: 0 ventos alheios :.

 

03 abril 2008




.: Sobre a minha semana :.




 


.: Mirana soprou às 17:38 :. .: 0 ventos alheios :.

 





Eu sei.
Não vale escrever um post chinfrim como esse aí embaixo e considerar o blog atualizado.
Se não existem regras blogosféricas pra isso - bom, deveriam existir.
É que essa está sendo uma Semana Trimestral da Preguiça (STP). Eu tenho dessas sempre, mas só nesse exato momento defini um nome e periodicidade.

Acha que é exagero? Veja só:

- Comida preparada em casa: 1 queijo-quente na 2a feira. Depois disso, só comi na rua.
- Louça lavada: z-e-r-o. Mas também, só comendo na rua, não é que a pia esteja entulhada... Mas os mesmos copos estão ali desde a semana passada. O que torna mais injustificável ainda o abandono, né?
- Roupa lavada: só ontem, depois de considerar seriamente a possibildade de ir trabalhar de maiô e canga.
- Lixo retirado: ia fazê-lo sábado, deixei pra terça, mas esqueci e deixei pra lá. Só tirei hoje.
- Episódios de La Femme Nikita assistidos: uns 17. De 40 minutos cada. :-P

Houve um tempo, sabe, que quando isso acontecia eu corria às poltronas da terapia e gastava 200 reais (não meus, pelo menos isso) para discorrer uma hora sobre a minha dificuldade de dar conta da minha vida.
Hoje eu sento e espero passar.
Porque passa.
Logo logo você encontra um post contando que eu acordei, desviei do trânsito, resolvi os problemas do mundo, salvei a galáxia de uma ameaça mutante e ainda cheguei 10 minutos antes do horário combinado pro almoço com uma amiga.
Tenho desses dias também.
Então, um desses, eu decidi não me sentir culpada nem adulada por estar desse ou daquele jeito - minha vida vai seguindo sem ser comparada a nenhuma outra e, sempre que possível, eu respeito minhas vontades.

Ah, como é libertador saber-se cíclica.



 


.: Mirana soprou às 16:05 :. .: 0 ventos alheios :.

 

02 abril 2008




.: Post-express resumido de tudo que aconteceu na minha vida desde o começo do ano :.

- Carnaval em Angra;
- férias, parte I: em Salvador;
- férias, parte II: a ser cumprida em locação ainda não divulgada para a imprensa;
- muitos finais de semana de ócio, em locação pra lá de divulgada;
- um final de semana de trabalho - mas em Fortaleza;
- outro final de semana de trabalho - em Interlagos, mesmo;
- Comi o-me-lhor-ca-ma-rão-da-mi-nha-vi-da na Budega do Poço, em Fortaleza;
- nível de motivação profissional atual: over-the-top;
- nível de preguiça dessa semana: avassaladora. não lavei nem um copo em casa;
- pensei, no banho: eu já devia estar fazendo pós-graduação;
- tomei uns banhos de sal grosso;
- fiquei desconcertadamente triste;
- fiquei enlouquecedoramente feliz;

... e assim a vida segue.

e sabe que eu ando bem assim?




 


.: Mirana soprou às 12:33 :. .: 0 ventos alheios :.

 

 


Mirana é uma existência efêmera nesse planeta, e isso a perturba um pouco, mas antes isso do que ser eterna. É relações públicas, finalmente graduada, enquanto deseja secretamente ser escritora de guias de viagem e/ou acrobata. Para viver precisa freqüentemente ler bons livros e dançar. Tem uma mãe sazonal, uma irmã essencial e um pai de quem não ouve mais falar, e vive bem assim, obrigada. É preguiçosa crônica, em tratamento, e tem apresentado sintomas claros de dependência do seu iPod. Guarda duas dúzias de pessoas no coração, e sempre se arrepende quando deixa passar muito tempo sem vê-las. Ama contemplar longamente o pôr-do-sol, o mar e a chuva. Já quis ter 42 anos, hoje vive bem com seus 30, mesmo se sentindo às vezes uma adolescente ingênua e espevitada, às vezes uma velha cansada e rabugenta. Tem TPM, mas nega até a morte. Vive em guerra com a balança e é preciso admitir que anda perdendo as últimas batalhas. Pretende ainda ter gatos e filhos, mas no momento declina da resposabilidade pela vida de outros. Veio ao mundo com uma missão pessoal e intransferível: ser feliz.




Email





Reduto da S.O.T.P.
Versos da Mariposa






 


Afrodite
Ah, bravo Figaro!
Andorinhas Ativas
Ao Mirante, Nelson!
Caixa de Jade
Calma Porra Nenhuma
Catarro Verde
Depósito do Calvin
É por aqui que vai pra lá?
e-Beth
Estrelinha
Gaveta de Criado-Mudo
Gente
I (still) blame my parents
Je Suis Marie
Liniers
Malvados
Meu Mundo
Modeletes
Mothern
Nêga do Leite
Objetos de Desejo
O Livro de Areia
Pensamentos de uma Batata Transgênica
Perto do Coração Selvagem
Poderosas Penélopes
Rafael Galvão
Satyricon
Sentimentalidades
Sim, eu OdeioSopa®
Sobreventos
Soninha
Superego
Tá Pensando o Quê?
te dou um dado?
The Book of Rodinia
The Clara Beauty Journal
Topismos
Viaje na Viagem
Zeca Camargo

Post a Secret
Revista YMSK

recados dos astros
e mais recados



CURRENT MOON




 




Gmail
Google
Getty Images
Iogurte
UOL



Help end world hunger







ImageShack - hospedagem gratuita de imagens






online




Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Janeiro 2008
Abril 2008
Maio 2008
Junho 2008
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Setembro 2009
Abril 2010
Maio 2010
Outubro 2010
Setembro 2011
Junho 2012

Pré-História
Primórdios